sábado, 10 de outubro de 2009

Mortalha

Justa Homenagem Ao Black Sabbath Brasileiro Ai putada, demorei mas voltei.... Como todo jovem da época eu ia aos bailinhos,e as casas de “bailinhos” eram regados à musicas de Bee Gees, Bread e principamente no Rock&Roll com Black Sabbath, Alice Cooper, Deep Purple, etc. Não existiam coisas como breganejo, pagode, disco dance e outras tranqueiras que viriam nos próximos anos. Em uma dessas casas no bairro do Rudge Ramos (São Bernardo do Campo-SP), Putanova estava lá com amigos, e vimos na programação da casa que teria show ao vivo com uma banda chamada Mortalha. Não a conhecia, mas na minha opinião deveria ser mais uma bandinha bunda. Mas quando começou o show com a inesquecível “O que aconteceu” , o ambiente todo se transformou, e eu pensei, “Caralho, essa banda é muito boa”, e como fanático torcedor do Black Sabbath, foi amor à primeira vista. Nossos caminhos se separaram, até que em 1976 na concha acústica da Estação São Bento do Metrô, eles tocaram, agora com o nome de Shock. Novamente fiquei louco, conversei com o baixista (Orlando) e fui frequentando os shows, e acabei amigo da Banda Logo após comecei a ser o manager da banda, e abrimos juntos uma casa de espetáculos em São Caetano do Sul, que fez o maior sucesso, mas logo fomos obrigados a fechar a casa, e nossos caminhos se separaram novamente. Mas eu nunca esqueci aquela banda, até que na internet, achei um cd com gravações antigas. Não tive dúvidas, baixei e remixei dentro do possível pela qualidade de som, e aqui está o resultado. Mas olhando com mais atenção, notei que esta gravação era conhecida, e finalmente a reconheci como uma das que eu fiz com a banda, ao vivo no local de ensaio , com dois microfones fuleiros, e um tape deck gradiente cd -1666, ou seja, precariamente, mas, hoje eu penso: "Pelo menos eu fiz, bem ou mal, aqui está o único legado gravado desta fantástica banda". O Orlando, Baixista/Vocalista e Lider da Banda, faleceu em 23 de dezembro de 2003. Eu só fiquei sabendo tambem pela Internet. Esta é uma justa homenagem deste Blog à aquela que foi uma das maiores bandas brasileiras de todos os tempos, mas nunca reconhecida. Então, apague as Luzes, coloque crucifixos em todo o local, réstia de alho na porta, tudo para impedir os maus espíritos, e curtam, se deliciem com esta banda insubstituivel. Link

3 comentários:

jantchc disse...

porra, é a banda do pai do meu cunhado...

acho q nem ele sabe q tem este boot circulando pela net...

putaveia (meretriz do rock!) disse...

Opa, um contato da Banda
que ótimo
Eu vou remasterizar todo o material para meu uso particular
Agora, se o pai do seu cunhado quizer uma cópia para relançar o cd, eu o farei com o maior prazer
Qual é o nome dele (eu só me lembro de um baterista acho que chamado Marcos (morava perto do aeroporto de congonhas)
O guitarrista (que era a coisa mais timida que eu já vi, eu não lembro de seu nome
por favor escreva para mim à respeito
putaveiadorock@gmail.com
Abraços

Anônimo disse...

please re-up