sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Supla

Image and video hosting by TinyPic

Supla, nome artístico de Eduardo Smith de Vasconcelos Suplicy, iniciou sua carreira tocando versões do rock norte-americano e britânico das décadas de 30 a 70, entretanto, os estilos de suas composições estão mais ligadas ao punk e ao hardcore, e mais recentemente bossa nova.

Supla é conhecido por sua personalidade marcante e por não se importar com a opinião da imprensa, tanto nas críticas ao seu trabalho como também em eventuais elogios. Supla foi vocalista de diversas bandas em sua carreira, o início se deu no "Metropolis", depois "Zig Zag" (que mas tarde se tornou a conhecida "Tokyo"), além do "Mad Parade". Ele também fez parceria com outros nomes importantes do cenário rock n'roll, como a alemã Nina Hagen.

No começo da década de 1990 participou do famoso Rock in Rio, na sua segunda edição. Também nesta época começou a fazer algumas aparições no programa Os Trapalhões, até mesmo participando do filme Uma Escola Atrapalhada. Em 2001 voltou a participar do "Rock In Rio", agora já em sua terceira edição. Supla também se aventurou no cinema, participando de algumas incursões na sétima arte, contudo, não obteve muito êxito. No que se refere a sua participação televisiva podemos destacar algumas participações, como em uma mini-série e até mesmo uma telenovela.

O "papito", apelido pelo qual ficou famoso no ano de 2001, passou boa parte dos anos 1990 no ostracismo, até que no ano 2000 o programa "Piores clipes do mundo", da MTV Brasil, decidiu pela exibição do seu clipe "Green Hair", logo alçado a "obra-prima trash" pelo apresentador Marcos Mion. Supla de início reclamou ("nunca passa clipe meu, e quando passa é no 'Piores!'"), entretanto, acabou por aceitar essa fama de o "rei do piores".

Devido á popularidade reconquistada, em 2001 Supla tocou no "Rock in Rio 3" e participou da primeira edição do Reality Show Casa dos Artistas, sendo considerado um dos grandes nomes da atração do SBT comandada por Silvio Santos. A sua popularidade no programa foi de tamanha repercussão que o seu álbum denominado "Charada Brasileiro" vendeu por volta de 600 mil cópias, um número elevado para a época, ainda mais se lembrarmos que era um disco vendido de forma alternativa. Nessa fase ele contava em seus shows com a banda "Holy Tree".

É avaliado por alguns como uma pessoa rebelde, tanto no seu modo de vestir, considerado "diferente" do chamado padrão imposto pela sociedade, como também os seus cabelos espetados, bem ao "estilo punk", esses mesmos afirmam que o fato dele ser filho de políticos contribui para o suposto preconceito. Apesar disso, segundo seus fãs e alguns críticos, tem um bom timbre de voz e mostrou seu talento principalmente no disco "Bossa Furiosa", sendo elogiado pela crítica especilizada. Em 2007, apresentou a nova versão do programa Viva a Noite, no SBT (Sistema Brasileiro de Televisão). Recentemente tem se apresentado ao lado do seu irmão em shows pelo Brasil sob o nome Brothers of Brazil com João Suplicy (violão, piano e vocal) e Supla (bateria, violão e vocal). Apresentaram um programa na Rede TV, intitulado Brothers.

1989 - Supla: Download

1991 - Supla: Download

1995 - Psycho 69: Download

2001 - O Charada Brasileiro: Download

2001 - Ao Vivo no Rock in Rio 3: Download

2002 - Político e Pirata: Download

2003 - Bossa Furiosa: Download

2004 - Menina Mulher: Download

2005 - Só na Loucura: Download

2006 - Vicious: Download

2009 - Punkanova: Download

Um comentário:

FeelingShred disse...

Links offline, queria muito o Bossa Furiosa pelo menos